Links às páginas Web anteriores do KKE

As páginas internacionais do KKE mudam gradualmente para um novo formato. Pode encontrar as
versões anteriores das páginas que já estão actualizados (com todo o seu conteúdo) nos links abaixo:

NEM TERRA NEM MAR PARA OS ASSASSINOS DOS POVOS!

Sábado à tarde (14/04) milhares de trabalhadores, jovens e reformados concentraram-se na Praça Sintagma e responderam de forma imediata e decisiva à intervenção imperialista dos EUA, da França e da Grã-Bretanha na Síria, apoiada pela NATO e pela UE com a cumplicidade do governo grego. Os manifestantes caminharam até à embaixada dos EUA, passaram em frente das embaixadas dos outros dois países responsáveis pelo massacre imperialista. A presença de dezenas de jovens soldados que estão no serviço militar causou particular impressão.

 

Na concentração falou o Secretário-geral do CC do KKE, Dimitris Koutsoumpas que, entre outras coisas, sublinhou:

«Condenamos firmemente o novo ataque contra a Síria, desencadeado pelos EUA, a Grã-Bretanha e a França, com o apoio e a tolerância dos restantes estados da NATO e da UE. Um ataque que custou a vida a civis para além de ter provocado muitos feridos. Os imperialistas estão uma vez mais a sangrar os povos da região. Estão a destruir e a desmembrar estados recorrendo a provas e pretextos falsos».

 

(…) «É mentira que o nosso país não tenha participado no novo ataque. O governo SYRIZA-ANEL participa, e de forma profundamente ativa e com um papel reforçado neste novo crime dos imperialistas. Tem uma enorme responsabilidade porque está a implicar, ainda mais profundamente, o país e o nosso povo neste massacre a favor do capital grego, que procura participar na distribuição do saque e dos mercados. Está a embelezar de forma aberta e sistemática o imperialismo estadunidense e europeu

 

(…) É a hora e de fortalecimento da luta contra a guerra imperialista. Do encerramento da base militar de Suda e de todas as bases militares estrangeiras na Grécia. Do encerramento das bases britânicas de Chipre, que são uma testa de ponte mortífera. Exigimos o regresso de todos os soldados gregos das missões no estrangeiro. Exigimos a retirada do nosso país da NATO e da UE».

 

 

Rally of the KKE [14.04.2018]